Pesquisar neste blogue

A carregar...

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Caminhar , com socorro, nos tornamos úteis



A cada momento, que passa nas nossas vidas, nós precisamos de ter uma Mão amiga  que nos possa dizer; anda pois te seguro, nos momentos , mais difíceis da tua vida, e  te conduzo, ao Pai,  Se nós acreditarmos , pensamos sempre, na mão amiga e protectora , dos nossos sofrimentos , pois ai acreditamos , que estamos sempre acompanhados .
Pois , nos parece , um pouco dificil , tal espontaneidade  , mas que nós devemos , sempre acreditar , na boa partilha , de  socorro, ai não devemos colocar em dúvida .
Deus, também, nos coloca , suas mãos para nos poder salvar, assim: o padre Robson  de Oliveira , também está pronto, a deitar-nos as mãos . logo, que veja , que nós nos consideramos , débeis , e infelizmente, não temos força, para caminhar, e ele sim; se presta ao tal, socorro,  que nos poder dar conforto, quer moral, ou mesmo espiritual, Todos nós precisamos , que nos possam socorrer , no nosso caminhar , para  agente se poder unir ao Amor de Deus

sábado, 5 de março de 2016

A nossa Fé está aqui



Realmente , nós temos que ser espontâneos, para Deus , e acreditarmos , nesta paixão de Cristo, pois Deus nos virá realmente salvar, dos nossos sofrimentos .
A Deus , devemos nos prostrar , sobre o seu sofrimento, e ai, orarmos , para que ele venha nesta, Pascoa nos aliviar, de tantos sofrimentos , que a vida, nos propõem . Sejamos, nesta Pascoa submissos ao seu Amor , e com estas nossas meditações , sejamos mesmo espontâneos  vistos , com a nossa atitude de  Amor , Deus virá , o nosso coração , cheios de dor . Com Maria sua Mãe , rezemos por sua morte , ou seja ;por tantos sacrifícios, que ele passou por seus amados filhos.
Fazemos , sim: partilha , dos nossos bens, com os irmãos , que infelizmente nada têm, de seu. Oremos por aqueles , cujo a sua fé é sim; uma fé de alienamento, ao Amor de Cristo, mas pedimos a Deus , que nesses corações floresça , uma pontinha de  caridade , e de Fé , Não desprezamos Cristo, nesta sua paixão,  vamos estar , presentes , nesta face das nossas vidas de católicos , e não católicos , se bem; que Deus  se apresenta a todos de igual modo, de sofrimento

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Será mesmo o Natal ou a Festa da Família ?



Para mim, pessoalmente é, e sempre será a festa da Família . O estarmos todos reunidos á mesa da consoada , é alegria , que paira , em nossos rostos ,  é sim: a festa que no dia 25 o Sacerdote, mostra o menino Deus ao Mundo, e oferece a beijar
O Divino Espírito Santo, se aproxima lentamente de nós , e nos dá, a bênção que tanto, nos faz inserir numa fé e numa imensa alegria, de aceitarmos Cristo, em nossos corações .
Evidente , que se gostaria  de ser uma família , muito feliz , que não houvesse controvérsias com ninguém, mas essas famílias exemplares , é muito difícil, existirem ao de cimo da terra , todos nós temos os nossos feitios , todos queremos viver , no nosso  buraco .    Nas quadras festivas, gostamos ai de estar todos presentes,  nos abraçando e doarmos presentes uns, aos outros  é sim; o termo de Natal, Fazermos o mesmo , ou copiarmos os preceitos dos Reis magos , que vieram, ofertar o incenso  a mirra  a Jesus , para o poderem defumar , com ervas bem aromáticas .
Mas nós, infelizmente exploramos , com riqueza esta quadra festiva, que tanto , nos materializa , e nos aliena  ao Amor de Jesus Cristo

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Criança espontânea



Se virmos , bem está criança  é sim a criança espontânea para Deus  . Ela se acha orgulhosa,  porque o seu, coração é fulminado,  por uma fé estupenda, uma fé que como criança, nao o deixa só e a sua pequenina alma , sim: pequenina  porque ela sabe sim; o que sente por Amor ao Pai, e tem valor por ser católico, Ele Ama  Jesus Cristo, e nos faz ver , que só esse amor ,nos pode curar de todas as enfermidades Vejam só a maneira como ele se explica, e a tal espontaneidade , que nos faz ver aos adultos , que só no nosso acreditar , podemos ir bem longe , e  assim  o  Amar, com todo o coração e com toda a nossa alma
Se compreende , que esta criança  faz-nos ver que o Amor a Jesus Cristo, ultrapassa muitas barreiras, nos nossos sofrimentos , nas nossas angustias . Por isso querido irmão, /a  te faz acompanhar , por esta criança tão sublime para Deus

terça-feira, 1 de abril de 2014

A fé que pretendemos alcançar

A única virtude, esta sempre connosco é sim; a caridade que transportamos, no dia a dia . No, próprio céu, a fé se dará ao nosso conhecimento, não haverá necessidade de crer em Deus, pois; se o vimos . A , esperança também ele desaparecerá , já que ai; temos tendência, a possuir a própria felicidade , que tanto esperávamos . A , caridade não desaparece porque, no momento, estático , nós vimos Deus, face a face que vem a ser sim, uma virtude ai, infundida em nossa alma pelo batismo , ai alcançaremos a dita plenitude, da nossa própria capacidade. Então, ai o nosso amor a Deus, era tão escuro, e fraco, que a partir, dai se vem, a tornar tão brilhante, como o sol, de explosão . A caridade, Divina é a virtude, ela implantada , em nossa alma no batismo, vem a ser a nossa fé, e também, a esperança a que definimos , como virtude, e pela qual amaremos, o Senhor nosso Deus por si mesmo e sobre, todas as coisas.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Será que podemos estar atentos a ouvir a voz de Deus

Evidentemente, que sim! todos nós se o conseguirmos ouvir, com calma temos alegria , de ver que Jesus se abeira de nós e que falou, com seus filhos, aliviando as nossas, maleitas ou mesmo nossos sofrimentos . Duvidar , de tal situação, é nos sentirmos , um pouco anémicos, á postura de Cristo, nos nossos corações. Irmãos ; vamos conseguindo ouvir Jesus hora a hora , e ai podemos presenciar que Deus , está mesmo presente , em tudo o que fazemos . Sinceramente, eu já o presenciei, comigo, assim tu irmão o irás presenciar também, e estou convencida , que Deus não se afasta de ti. Tu meu irmão que sofres , precisas da sua presença , com as tuas perspetivas , de vida , mas não deves nunca colocar , como estranho, a maneira como, ele te irá encontrar ,eu nunca achei estranho, como ele se aproximou, já de mim, poderei, dizer-te sem medos e sem represálias, que adorei , a sua presença comigo, e me considero, uma pecadora . A , calma a ponderação nas tuas orações, é um caminho cheio, ele de muita luz, para o poderes encontrar . Dirás tu, mas como será isso possível, Jesus se encontrar, comigo, se eu, só tenho sofrimentos. Irmãos , pensai nisto: um pouco. É no sofrimento, que Deus se abeira, dos seus filhos , não julgais, que é nas festas na sofreguidão, dos nossos luxos, ai te poderei, dizer, que Deus não se aproxima, de ninguém, nem se tenta aproximar, mesmo do materialismo . Mas , vamos nos compenetrar, que a oração, é um elo, importante, para nos abeirarmos de Cristo, e ai lhe pedir. Senhor , me ajuda hoje mais que nunca , a viver , só em função do teu grande apoio, pois me considero, uma pecadora, mas quero ser salva, com a tua proteção Divina . Não , te envergonhes, nunca por contar tuas misérias a Cristo, pois ele está pronto a ouvir, como tu, és merecedora da sua proteção . Eu, sei como Deus atua , no meu coração, e sei que todos os dias, me encontro, em contacto, com ele, e ele sabe, que eu sofro, não um bocadinho, mas muito mesmo. Oração, para mim, é um debate constante, com a minha regeneração, perante a sua bênção Divina

sábado, 26 de outubro de 2013

A nossa espontaneidade brota sim, da nossa própria alma e também, do fundo do nosso coração

Sermos espontâneos para Deus é como esta Pomba voar , nas nossas mãos, é pedir a Deus a nossa própria libertação, de tantos ,e tantos pecados, que cometemos , pelas nossas vidas, é dizer bem alto. Senhor, Senhor, me perdoa, dos meus pecados, me dá a libertação, como deste a esta pomba, que quis voar , sobre as mãos de teus filhos. É sentirmos , arrependimento, das nossas quedas, dos nossos percalços, com a própria vida .Mas é sim; pensarmos, que só há uma pessoa, capaz de nos perdoar , que é o Senhor que recebe, as nossas orações, pelos pecados , de seus próprios filhos, ai está sim a nossa espontaneidade, perante Deus , é pedir sim; que ele nos possa perdoar, ai se poderá resumir a nossa espontaneidade , com o Pai e com o Divino Espírito Santo . Irmão , nunca fiques alienado, nem penses nunca que Deus , não te perdoa, porque Deus , se prontifica , sempre a perdoar , seus filhos, as vezes , que possamos alcançar, perante Deus essa tão linda espontaneidade, que brota sim, do fundo, do nosso coração, como também da nossa própria alma